15 filmes que nos ajudam a refletir sobre o lado sombrio da humanidade


Conflitos, guerras, violências de toda ordem, exploração do humano, destruição do planeta, entre tantas outras ações nos deixam a cada dia mais perplexos diante da capacidade destrutiva e sombria da humanidade. Refletir profundamente sobre o que está por traz de tantos fenômenos de brutalidade torna-se uma responsabilidade urgente diante da realidade à qual todos nós estamos expostos.


Alguns documentários, filmes ficcionais e relatos baseados em fatos reais nos ajudam no mergulho na natureza sombria do ser humano e na busca pelo entendimento da origem de tantos males. Questões antropológicas, históricas, culturais, morais, éticas, sociais, econômicas, religiosas e psicológicas estão expostas sobre diferentes óticas e olhares, complementando nossa visão acerca dos acontecimentos atuais.


Alguns dos enredos nos inspiram a esperança pela ampliação da consciência humana em busca de uma relação de igualdade, justiça e amorosidade com os outros e com o mundo. Personagens que, apesar das adversidades impostas pelo momento em que vivem, conseguem superar condições traumáticas e extremas para se tornarem verdadeiros pontos de luz em meio à escuridão.


1- AS FILHAS DA ÍNDIA


O documentário fala da história da jovem estudante de medicina de 23 anos, Jyoti Singh, que em 2012 foi vítima de um estupro coletivo dentro de um ônibus em Nova Déli, na Índia, quando voltava para a casa com seu amigo. Mesclando depoimentos dos pais da vítima, de um dos criminosos condenados e das famílias e dos advogados de alguns dos estupradores, o filme refaz a trajetória da jovem rumo ao abuso e a sua morte extremamente dolorosa. Um relato chocante que nos mostra as divergências entre as formas de pensar sobre a questão da liberdade e da expressão do feminino nos tempos atuais.


2- A BOA MENTIRA


O filme é estrelado por Reese Witherspoon, Corey Stoll, Sarah Baker e Arnold Oceng. O longa, que é baseado em fatos reais, narra a chegada de quatro irmãos sudaneses, refugiados de guerras que assolavam o país[3] . Depois de uma longa e impetuosa jornada pelo interior da África, os jovens chegam a um campo de refugiados por onde permanecem por mais treze anos Os jovens então embarcam para os Estados Unidos, onde são recebidos pela Carrie Davis, personagem de Reese Witherspoon, que ajuda os jovens (conhecidos como Garotos Perdidos do Sudão) a se adaptarem a nova vida.


3- UMA GARRAFA NO MAR DE GAZA


Tal tem 17 anos, é judia e mora em Jerusalém, enquanto que Naim tem 20 anos, é palestino e mora em Gaza. Apenas 60 milhas os separam em relação à distância, mas o histórico de guerra entre os povos é um grande complicador. Só que uma garrafa jogada ao mar pode mudar a situação entre eles, trazendo forças para que suportem esta dura realidade.


4- COCO ANTES DE CHANEL