Nos limites da loucura e da razão: 12 filmes sobre mulheres em sofrimento psíquico

O sofrimento psíquico é retratado nos filmes desta lista, nas quais as personagens principais são todas mulheres. Traumas, abusos, repressões, personalidades enrijecidas, questões familiares conflituosas, entre outras, são o pano de fundo para o desdobramento de diferentes distúrbios psicológicos e psiquiátricos.


Nas tramas em que os caminhos da afetividade encontram espaço para florescer, sejam por meio de relações de amor, amizade ou terapêuticas, a saída da condição de sofrimento torna-se viável, possibilitando a construção de uma personalidade mais adaptada, resiliente e íntegra.


Via de regra, estes filmes nos mostram que o acolhimento, a compreensão da natureza humana e a desmistificação dos quadros de distúrbios mentais, fazem a diferença quando se trata da recuperação ou não do equilíbrio mental.


1. Bonequinha de Luxo



Holly Golightly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa nova-iorquina que está decidida a casar-se com um milionário. Perdida entre a inocência, ambição e futilidade, ela toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany`s, na intenção de fugir dos problemas. Seus planos mudam quando conhece Paul Varjak (George Peppard), um jovem escritor bancado pela amante que se torna seu vizinho, com quem se envolve. Apesar do interesse em Paul, Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seus objetivos de tornar-se rica.


2. As virgens suicidas


Durante a década de 70, o filme enfoca os Lisbon, uma família que vive num bairro de classe média de Michigan. O sr. Lisbon (James Woods) um professor de matemática e sua esposa uma rigorosa religiosa, mãe de cinco atraentes adolescentes, que atraem a atenção dos rapazes da região. Porém, quando Cecília (Hanna R. Hall), de apenas 13 anos, comete suicídio, as relações familiares se decompõem rumo a um crescente isolamento e superproteção das demais filhas, que não podem mais ter qualquer tipo de interação social com rapazes. Mas a proibição apenas atiça ainda mais as garotas a arranjarem meios de burlar as rígidas regras de sua mãe.


3. Garota Exemplar